International Karting
InstagramFacebookTwitterYoutubePocketMags
Vroom Logo

Mais de 120 pilotos na abertura do Light 2014

Mais de 120 pilotos na abertura do Light 2014
Races

Em sábado de sol forte, o Kartódromo de Interlagos recebeu a primeira etapa do ano.


O Kartódromo Ayrton Senna, em Interlagos, na capital paulista, recebeu no último sábado (1), a primeira etapa da Copa São Paulo Light de Kart. Pilotos e equipes de todas as regiões do país estiveram reunidos em busca das vitórias na rodada dupla que marcou a abertura da 12ª edição do Campeonato.

Com algumas poucas técnicas e no quadro de categorias o Light seguiu sua fórmula de sucesso dos últimos anos contando com a maioria das classes utilizando motores sorteados e a pontuação da etapa obedecendo o critério de rodada dupla, ou seja, a soma de pontos das duas baterias do dia que determinam efetivamente os vencedores da cada uma das etapas.


Com a extinção da categoria Mirim, a classe Cadete teve o espectro de idade aumentado, recebendo agora competidores com idades a partir de sete anos. Exatamente esta classe que abriu a programação do dia. A pole-position ficou com o carioca Pedro Braga, que estabeleceu o tempo de 1m00s801, porém, os quatro primeiros colocados tiveram seus tempos separados por apenas 51 milésimos, dando assim a tônica do que seriam as duas baterias. Nas corridas, como não poderia ser diferente, as disputas foram realmente empolgantes. Nas primeiras voltas as brigas pela ponta receberam muitos karts, mas, com o passar dos giros a luta pela liderança, ficou isolada. Na primeira bateria os protagonistas foram Rafael Câmara e Enrico de Lucca que, até a última volta, se mantiveram colados, mas, a vitória acabou ficando com Câmara. Na segunda bateria, além dos dois, a disputa recebeu Manuel Júnior, Leonardo Rufino e Pedro Aizza. Com apenas oito anos e estreando na categoria Câmara se mostrou realmente preparado para a nova classe e voltou a vencer com Enrico em segundo e Manuel Júnior, em terceiro.

A segunda rodada de provas foi da classe Júnior Menor e teve Caio Collet dominando com folga a tomada de tempos ao registrar a marca de 52s697. Na primeira corrida, após ser pressionado nas duas primeiras voltas, o piloto conseguiu impor seu ritmo e, pouco a pouco, construiu uma sólida vantagem para vencer com pouco mais de três segundos para Diego Ramos, o segundo colocado e Vinícius Ponce, o terceiro. Na segunda bateria Caio, novamente, em excelente largada, conseguiu se manter na primeira posição. Desta vez, porém, ele não conseguiu abrir muito em relação aos demais concorrentes e, pressionado, passou a corrida inteira sob pressão. Mesmo assim, Collet se manteve no primeiro lugar e voltou a vencer com Ramos em segundo e Thiago Lopez, no terceiro lugar.

A categoria Júnior deu sequência ao dia de corridas. A pole-position foi de Juan Crespi, mas, mesmo esta classe utilizando motores preparados, a competitividade foi muito grande e, assim como na Cadete, os quatro primeiros do grid estiveram separados por menos de um décimo de diferença. Na primeira corrida, enquanto Crespi abria lentamente, Gabriel Paturle e Eduardo Souto travavam um belo duelo pela segunda posição. Com isso o líder conseguiu abrir mais de dois segundos e venceu. Souto foi o segundo e Paturle, o terceiro. Na segunda bateria, mais uma vez, Juan não deu chances aos adversários e, com tranquilidade, venceu novamente. O destaque da prova ficou com o goiano Luiz Felipe Branquinho que, após largar da última posição, impôs um impressionante ritmo e, em corrida de recuperação, chegou na segunda posição. Paturle chegou em terceiro.

Fechando a programação da manhã a classe Sprinter tomou a pista. Erick Lutum, em sua segunda temporada nesta classe, garantiu a pole ao estabelecer o tempo de 52s115. Na primeira bateria, enquanto os concorrentes brigavam por posições intermediárias, Lutum conseguiu abrir um pouco e, mesmo não sendo uma grande vantagem ele conseguiu administrar liderança e venceu levando Nikolas Gaigalas em segundo e Rodrigo Baptista, em terceiro. A segunda bateria foi mais disputada e, desta vez, Lutum não conseguiu abrir e com isso acabou sendo superado por Gaigalas que, ao final das 18 voltas, conseguiu garantir a vitória da segunda bateria. Lutum chegou em segundo e Baptista foi novamente o terceiro.

Após o intervalo do horário do almoço as atividades da tarde começaram com um momento de reflexão. Convocados pelo locutor Ademir Capelo vários pilotos foram ao centro de pista e, em um minuto de silêncio, prestaram uma homenagem póstuma ao piloto Fernando Croce, falecido na última quinta-feira (30) em decorrência de um agressivo câncer.

Os karts retomaram o traçado com as atividades das categorias Sênior e Sênior "B", que competiram juntas. Em uma clara disputa entre as fábricas de chassis Vinícius Souza (Birel) ficou com a pole seguido por Alain Sisdelli (Techspeed) e Rafael Martin (Mini). Em ambas as corridas a luta pela vitória foi polarizada entre os três concorrentes que, de maneira muita acirrada, buscaram em cada ponto do traçado as vitórias. Eles se revezaram na primeira posição por algumas vezes, porém, o resultado da tomada de tempos foi repetido nas duas baterias tendo Souza em primeiro, Sisdelli em segundo e Martin, em terceiro. Pela categoria "B" a vitória nas duas corridas foi de Vinícius Serafim, seguido por Manoel Moreira e Cristiano Ramos, em terceiro.

O grid da classe Super Sênior contou com o experiente piloto Renato Russo partindo da primeira posição ao ter registrado na tomada o tempo de 53s198. Com bastante tranquilidade e colocando em prática todo o seu talento o piloto não deu a menor chance à seus concorrentes vencendo com facilidade as duas provas do dia. Na primeira bateria ele foi seguido por Ussama Ferdinian e Fábio Figueiredo. Na segunda corrida, por sua vez, Maique Paparelli foi quem chegou na segunda posição seguido por Jorge Borelli, em terceiro.

Fechando a programação desta primeira etapa a classe Graduado teve o maior número de pilotos do dia alinhando ao todo 25 concorrentes em seu grid de largada. Na pole-position Vinícius Paparelli se garantiu no primeiro posto ao marcar o tempo de 50s472. Em ambas as baterias o piloto conseguiu impor a sua superioridade e, mesmo pressionado, teve tranquilidade para vencer as duas corridas e abrir a temporada na frente da competição. Com três anos de experiência internacional Giuliano Raucci chegou em segundo nas duas corridas e Vitor Baptista foi o terceiro.

O Light retoma seu calendário para a segunda etapa no mês que vem. A próxima corrida será disputada no Kartódromo Aldeia da Serra, no dia 15 de março.

Foto: Flávio Quick
Fonte: Flávio Quick

OKKART srl © COPYRIGHT 2018 | VAT IT02629390598 | Privacy Policy - Cookies Policy